(47) 3522-6664

Na última sexta-feira (dia 12/05), 125 mil sistemas de computadores em mais de 100 países foram afetados por um vírus ransonware conhecido por Wanna Decryptor.

O vírus se aproveita de uma vulnerabilidade do sistema operacional Microsoft Windows. Uma vez que algum arquivo do Windows esteja infectado, o malware codificará os dados do usuário, em segundo plano, sem que ninguém perceba. Quando tudo estiver pronto, emitirá um aviso que o PC está bloqueado e o usuário não poderá mais usá-lo, a menos que pague o valor exigido para obter a chave que dá acesso novamente aos seus dados.

O que é um vírus ransomware?

O ransomware é um tipo de malware que sequestra o computador da vítima e cobra um valor em dinheiro pelo resgate, geralmente usando a moeda virtual bitcoin, que torna quase impossível rastrear o criminoso. Este tipo de “vírus sequestrador” age codificando os dados do sistema operacional de forma com que o usuário não tenham mais acesso a sua máquina.

A difícil detecção de um ransomware e seus disfarces são o que o tornam tão perigoso. Essa “praga” pode infectar o seu computador de diversas maneiras, através de sites maliciosos, links suspeitos, enviado por e-mail, ou instalação de apps vulneráveis. O ransomware também pode aparecer em links enviados por redes sociais, meio muito utilizado para espalhar vírus atualmente.

Como os usuários podem se proteger?

Mantenha seu computador atualizado

Sem-Título-1

O ransomware aproveitou uma falha na segurança do Windows, para a qual a Microsoft já tinha disponibilizado um “patch” há mais de um mês. Os usuários devem instalar as últimas atualizações de seu sistema operacional. Na dúvida, chame um técnico: (47) 3522-6664

Não abra e-mails suspeitos

Uma das maneiras mais usadas para espalhar um vírus é através de emails com arquivos anexados que, quando abertos, tomam conta de seu computador. Não abra mensagens de pessoas ou instituições desconhecidas e tampouco arquivos anexados que pareçam incomuns, mesmo quando enviados por contatos conhecidos.

Faça backup

Uma operação básica, mas muito importante, é manter o hábito de realizar cópias de segurança de seus arquivos constantemente. Salve em um HD externo, na nuvem, ou em outras meios seguros.

Use antivírus

Um conselho antigo, porém muito efetivo. Programas deste tipo podem deter um ataque ou identificar ameaças em sua máquina. Também é importante realizar um limpeza a cada mês em sua máquina. Para sua empresa, invista em um antivírus corporativo. Saiba mais aqui.

Fonte: G1 Globo

Qualquer dúvida, chame especialistas em soluções de TI. A W9, tem anos de experiência e técnicos prontos para lhe ajudar. Ligue para (47) 3522-6664